Posts Tagged ‘ Baiano ’

Coisas de Baiano!

Não me levem a mal os conterrâneos do nordeste brasileiro, mas devo confessar que ao me lembrar das expressões que ouvia naquela terra maravilhosa acabo por rir sozinho… mas agora, já que tenho este espaço, vou compartilhar!

Devo adverti-los de que não tenho preconceito nenhum em relação ao nordeste brasileiro e nada do que for dito aqui deve ser tomado como tal. São só forças de expressão ouvidas no nordeste do nosso país. Acho uma besteira esse negócio de dizer que o sul do país deveria se separar do restante do país… mas isso é algo que falarei num outro dia, quando estiver revoltado (certamente!)

♦ Baiano não fica solteiro, ele fica “solto na bagaceira”.

♦ Baiano não conserta, ele “imenda”.

♦ Baiano não bate, ele “senta-le” a mão.

♦Baiano não bebe um drink, ele “toma uma”. (Ou “come água”!)

♦Baiano não é sortudo, ele é “cagado”.

♦Baiano não corre, ele “dá uma carreira”.

♦Baiano não malha os outros, ele “manga”.

♦Baiano não percebe, ele “dá fé”.’

♦Baiano não sai apressado, ele sai “desembestado”.

♦Baiano não aperta, ele “arrocha”.

♦Baiano não dá volta, ele “arrudeia”.

♦Baiano não se irrita, ele se “reta”.

♦Baiano não ouve barulho, ele ouve ” uma zuada”.

♦Baiano não acompanha casal de namorados, ele “segura vela”.

♦Baiano não quebra algo, ele “tora”.

♦Baiano não fica triste, ele fica “encabulado”.

♦Baiano não desconhece seus conterrâneos, ele pergunta “é fi de quem?”.

♦Baiano não é homem, ele é “macho”.

♦Baiano não fica satisfeito quando come, ele “enche o bucho”.

♦Baiano não dá bronca, dá “carão”.

♦Baiano não tem diarréia, tem “caganeira”.

♦Baiano não é mulherengo, ele é “raparigueiro”. (Ou “putão”!)

♦Baiano não se dá mal, “se lasca todinho”.

♦Baiano quando se espanta não diz: – Xiiii! Ele diz: “Oxe!”, “Oxente!” (Jequieense diz: “Oxe, oxe, oxe, oxe!”)

♦Baiano não briga, “Quebra o pau”.

♦Baiana não fica grávida, fica “prenha”.

♦Baiano não fica bravo, fica “virado no cão”. (Ou: “virado num traque”, “virado no satanás”, “virado na porra”, “virado num mói de coentro”)

♦Baiano não fica apaixonado, ele “arrêia os pneus”!!

Recebi hoje por e-mail. Infelizmente não sei quem é o autor.
O que está entre parênteses é meu.
—————
Baiano não fica solteiro, ele fica “solto na bagaceira”.

Baiano não conserta, ele “imenda”.

Baiano não bate, ele “senta-le” a mão.

Baiano não bebe um drink, ele “toma uma”. (Ou “come água”!)

Baiano não é sortudo, ele é “cagado”.

Baiano não corre, ele “dá uma carreira”.

Baiano não malha os outros, ele “manga”.

Baiano não percebe, ele “dá fé”.

Baiano não sai apressado, ele sai “desembestado”.

Baiano não aperta, ele “arrocha”.

Baiano não dá volta, ele “arrudeia”.

Baiano não se irrita, ele se “reta”.

Baiano não ouve barulho, ele ouve ” uma zuada”.

Baiano não acompanha casal de namorados, ele “segura vela”.

Baiano não quebra algo, ele “tora”.

Baiano não fica triste, ele fica “encabulado”.

Baiano não desconhece seus conterrâneos, ele pergunta “é fi de quem?”.

Baiano não é homem, ele é “macho”.

Baiano não fica satisfeito quando come, ele “enche o bucho”.

Baiano não dá bronca, dá “carão”.

Baiano não tem diarréia, tem “caganeira”.

Baiano não é mulherengo, ele é “raparigueiro”. (Ou “putão”!)

Baiano não se dá mal, “se lasca todinho”.

Baiano quando se espanta não diz: – Xiiii! Ele diz: “Oxe!”, “Oxente!” (Jequieense diz: “Oxe, oxe, oxe, oxe!”)

Baiano não briga, “Quebra o pau”.

Baiana não fica grávida, fica “prenha”.

Baiano não fica bravo, fica “virado no cão”. (Ou: “virado num traque”, “virado no satanás”, “virado na porra”, “virado num mói de coentro”)

Baiano não fica apaixonado, ele “arrêia os pneus”.